A Anatomia do Estado – Murray Rothbard

E aí pessoas! Trago pra vocês mais uma recomendação de livro: A Anatomia do Estado – Murray Rothbard.

Lições do Livro:

1) O Estado não somos nós, cidadãos.

O Estado não somos nós, cidadãos. Se 70% das pessoas decide sacrificar as 30% restantes, não significa suicídio voluntário.

2) O meio natural de sobrevivência é a produção e a troca.

O meio natural de sobrevivência é a produção e a troca, ou seja, o meio econômico. O meio político é aquele que vive subtraindo os recursos alheios.

3) A produção precede a expropriação.

A produção, portanto, precede a expropriação. O livre mercado, portanto, é anterior ao Estado.

4) O estado nunca foi um contrato social.

O Estado nunca foi um contrato social, senão uma conquista exploratória.

5) Para se manter no poder, o governo precisa de apoio do povo.

Para se manter no poder, o governo precisa do apoio ou da subjugação do povo. Pra isso, a sua principal tarefa é assegurar a aceitação ativa ou a resignação passiva da população.

6) Para isso, o governo usa de CULPA.

Para isso, o governo usa de CULPA: para você sentir-se mal ao querer enriquecer-se em vez de doar-se tanto aos outros; MEDO: pra você achá-lo importante e protetor; TEORIAS CIENTÍFICAS: para você acreditar que ele quer o melhor para você, HISTÓRIAS: de heroísmo e ações que te salvaram de algo pior. E muito mais!

Se você se interessou, vale a pena a leitura!


A Anatomia do Estado

Se interessou?

  • A Anatomia do Estado

  • por Murray N. Rothbard
  • Capa Comum – Edição padrão, 1 jan 2012

  • 50 páginas

Amazon

 

Sinopse by Amazon:
Em A anatomia do estado, Murray Rothbard explica o que o estado é e o que ele não é. Ele mostra como o estado nada mais é do que uma instituição que viola tudo aquilo que consideramos honesto e moral, sempre agindo sob uma falsa aura de bondade e preocupação para com o cidadão. Ele demonstra como o estado devasta a liberdade, destrói a civilização e ameaça a vida, a propriedade e o bem-estar social de todas as pessoas.

Neste influente e original ensaio, Rothbard consolida tudo o que aprendeu com a tradição misesiana, com a tradição liberal e com a tradição anarcocapitalista, dando origem, de forma verdadeiramente inovadora, a um pensamento profundamente sistemático sobre economia política e social.
O leitor que assimilar a concepção de Rothbard conseguirá entender claramente como todos os eventos estatistas atuais se encaixam de maneira lógica e compreensível, alterando para sempre a maneira como ele vê o mundo.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...