Como reduzir os índices de criminalidade?

Os índices de criminalidade estão altos por 3 principais fatores. A primeira é econômica, motivada pelo impedimento dos jovens ao acesso à riqueza e às oportunidades de mercado. Quando não se tem oportunidade de trabalhar dignamente, o caminho mais fácil para mudar a realidade é a escolha pelo crime. Isso precisa ser mudado com decisões político-econômicas mais justas, menos corporativas e que sejam capazes de igualar o acesso à riqueza, aos estudos e ao trabalho. O governo tem inflacionado demais o valor do nosso dinheiro e dado privilégios para grupos econômicos específicos, sem contar as inúmeras ações eleitoreiras com o uso do dinheiro público que impedem quase que completamente as camadas mais pobres de conseguir emprego sem experiência ou de galgar espaços no mercado empreendedor, pois sabe-se bem que a carga tributária é enorme e pesa maciçamente sobre os ombros de quem mais trabalha honestamente nesse país. A solução é reduzir a máquina pública com o fim imediato de reduzir impostos e desregulamentar a economia. A longo prazo, com amplas oportunidades de enriquecimento no país, a criminalidade tende a reduzir bastante. Viver à margem da sociedade com riscos diários é uma escolha muito pior do que formalizar sua atividade e ganhar dinheiro oferecendo soluções para a comunidade local.

O segundo motivo que aumenta a criminalidade é a educação precária disponível aos estudantes de todas as classes sociais. Pouco práticas e desinteressantes para a realidade dos jovens, as matérias ensinadas nas escolas não são sugeridas e testadas pelos professores e pelas escolas de acordo com as necessidades enfrentadas pelos alunos. Ao contrário, estão centralizadas no Ministério da Educação, onde se decide o conteúdo, a forma e os critérios de avaliações educacionais. A partir de um corpo burocrático de poder não é possível conhecer todos os verdadeiros problemas que enfrentam os jovens das capitais, dos municípios do interior e, muito menos, daqueles que não têm formação de valores dentro das próprias famílias, tão desestruturadas que estão. Descentralizar a gestão e o conteúdo ensinado, a fim de que pais, alunos e professores sejam as autoridades em matéria de escolha de ensino, é a melhor e mais justa ação para resolver esse problema básico de educação no país. Ainda sobre o tema, grande parte do valor gasto com educação no Brasil serve para pagar salários de professores de universidades federais e estaduais. Para cada aluno do ensino superior, cinco alunos de ensino básico poderiam estar estudando. Além do mais, voltando para o tema das matérias ensinadas, nem mesmo os cursos disponíveis pelas universidades públicas têm alguma relação com as necessidades do mercado. Cursos inúteis não formam profissionais para atenderem qualquer demanda da sociedade, mas obrigam que toda a população continue pagando pelos seus serviços. Universidade pública é gasto caro, desnecessário e que pesa bastante na injustiça social que promove a criminalidade.

Em terceiro lugar, falta prioridade para os agentes do Estado no controle e na prevenção de crimes. O sistema legislativo excede a cada dia mais de leis injustas e complicadas para a honrada labuta diária de um empreendedor/trabalhador brasileiro que, conhecendo a realidade, pouco se aventura a abrir uma empresa e contratar funcionários. Já o poder judiciário, que guarda a maior parte das injustiças com respeito à criminalidade, passa impune pelos votos nas urnas e pela crítica social. O poder judiciário demora para cumprir as leis penais, e, quando as cumpre, tem dificuldade de manter os presos encarcerados devido à precariedade do sistema carcerário no país. Condenados por crimes diversos, indivíduos com maior ou menor gravidade para a sociedade, são mantidos presos juntos, piorando a situação da criminalidade no país. Aquele que não traumatiza, aprende novas e mais rentáveis profissões dentro da cadeia, de onde deveriam sair reeducados para o bom convívio social.

Fora de qualquer cargo público, não há muito o que se possa fazer atualmente, que já não esteja sendo feito pelos nobres trabalhadores brasileiros. Como demonstrado, o grave risco que corremos pela segurança pública é causada e só pode ser resolvida pelos políticos em mandatos eletivos, sobretudo em âmbito federal. Entretanto, ainda que as leis federais não sejam mudadas para permitir uma maior liberdade econômica e educacional, há muito a ser feito em escala regional, uma vez que é dentro dos estados que são administradas as polícias, tanto civil quanto militar, as quais devem ser a prioridade da administração pública estadual, sobretudo em detrimento das atividades eleitoreiras que rondam as demais funções públicas do governo do estado. E isso é uma demanda capaz de ser prontamente cobrada por mim, uma vez eleita deputada estadual.

As soluções apresentadas pelos três maiores problemas que envolvem a criminalidade no Brasil, portanto, são: oferecer oportunidades de estudo e trabalho, incentivar novas e mais propositivas formas de educação, e dar prioridade do poder público em segurança pública. É preciso que se exija da administração pública a prioridade do trabalho das polícias, principalmente na área de prevenção, como é o trabalho das escolas militares, muito bem avaliadas no Estado de Goiás. Ainda, posso aumentar a fiscalização dos gastos do governo, inibindo o gasto com práticas meramente eleitoreiras para que, além do dinheiro dos pagadores de impostos serem gastos com serviços essencialmente necessários, o trabalho dos empreendedores possam ser o mais livre o possível de injustiças praticadas pelo próprio governo.

Tendo em mente exatamente o que é necessário para prevenir e solucionar o caso grave da segurança pública, coloco-me como porta-voz das verdades que as pessoas precisam saber. Não é somente prendendo bandidos ou, ao contrário, aliviando as penalidades para os delinquentes, que se resolverão os problemas de criminalidade no país. Faz-se necessário uma plena colaboração com todos os entes governamentais e a sociedade unida para que as debilidades desse sistema político injusto e corrupto sejam eliminadas de uma vez por todas.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...